fevereiro 06, 2010

...Desabafo de um vestibulando fracassado...


Passar no vestibular é uma sensaçao que ainda tento sentir, mas a sensação de não passar, essa, já posso dizer como é.
Sabe no momento do parto que você vê uma mulher angustiada, doida para que tudo aquilo acabe e no final descobre que seu bebê saiu morto? Bem, podemos dizer que a mulher angustiada é o vestibulando e o bebê morto, a esperança.
Que sensação horrível é essa? É a sensação que consome muitos por dentro, consome a alma, o desejo de lutar, a esperança, a vida, mas não a fé.
O que é a fé? Segundo o Aurélio, é a firmeza na execuçao de uma promessa ou compromisso. Compromisso, este, que renova as suas forças quando estão prestes a acabar, motiva você a encontrar apoio com a sua família e, principalmente, com Deus.
Superar o problema não é nada fácil, não só para aqueles que se dedicaram, mas também para os brincalhões - palavra meio eufêmica, não acha? - que amadurecem e percebem, arrependidos, o ano jogado ao léu, podendo ter aproveitado e está hoje com seus pais e amigos.
Carnaval, Semana Santa e férias perdidas, sacrifícios para um homem, como dá um "bolo" numa gatinha ou deixar de sair com os amigos para curtir uma noite de sábado e uma madrugada de domingo, foram atitudes que tomei e acho que quase todas valeram a pena, pois fez-me ver o meu esforço, acreditando sempre que um dia chegará a minha vez.
A música Túnel do Tempo, do Frejat, tem um refrão que faz-me concluir que a atitude a ser tomada numa situação de pós-vestibular é esquecer o passado, erguer a cabeça e focar no presente. Assim, a vez de cada um chegará.

Tunel do Tempo
http://letras.terra.com.br/frejat/82492/

2 comentários:

  1. Muuuuito ruim essa sensaçao, pretendo que nao passemos mais por isso.

    ResponderExcluir
  2. Concordo ctg, mas a cada dia a gente se supera!!

    ResponderExcluir